Um dia

by Zeh on April 18, 2009

Um dia, eu comecei a achar que eu era foda.

Mas aí alguém veio e me acordou.

Por que estou escrevendo isso aqui? Porque daqui a anos, quando for parar pra ler o que escrevi aqui, quero me lembrar exatamente de como me sentia, e achei que seria legal começar dessa forma. O que acabei de escrever acima é algo que me ocorre a toda hora, e uma bela analogia de algo que já me aconteceu em diversos momentos-chave da vida: achar que estou fazendo algo fora deste mundo, só para olhar pro lado e perceber que tem alguém que já está muito além. Ou, pior, conhecer alguém que faz você olhar pra dentro de si mesmo de uma forma mais crítica e perceber os inúmeros defeitos e limites que você tem.

Isso porque tenho a sorte de ter contato com pessoas fantásticas, e é comum me deparar com trabalhos tão fenomenais vindos de algumas pessoas que me fazem parar e me perguntar que diabos estou fazendo – e perceber o quanto ainda preciso aprender para chegar naquele nível. Não quero que isso soe negativo, porque não é tão frustrante quanto parece; não é tanto o caso de se ter um objetivo inalcançável, algo que está sempre à frente, mas sim de ter um novo objetivo logo após ter conquistado o último.

Enfim, bobeira, mas é como penso. Fica o registro para todos os fins cabíveis.

  • Mais uma prova de que você é muito inteligente: sua humildade. Adoro você! Só tem a ter muito sucesso na vida. Poucas são as pessoas que inteligentes como você, tem essa visão pessoal de mundo. Parabéns! =)